NOVO SITE!

Você poderá acompanhar as novidades que eram postadas aqui no Blog do Tebaldi em nosso novo site!

NOVO SITE!

Você poderá acompanhar as novidades que eram postadas aqui no Blog do Tebaldi em nosso novo site!

NOVO SITE!

Você poderá acompanhar as novidades que eram postadas aqui no Blog do Tebaldi em nosso novo site!

NOVO SITE!

Você poderá acompanhar as novidades que eram postadas aqui no Blog do Tebaldi em nosso novo site!

NOVO SITE!

Você poderá acompanhar as novidades que eram postadas aqui no Blog do Tebaldi em nosso novo site!

domingo, 19 de dezembro de 2010

DIPLOMA DE DEPUTADO FEDERAL ELEITO

sábado, 18 de dezembro de 2010

DIPLOMAÇÃO NO TRE-SC

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

TEBALDI E CARLITO DEFINEM CONSTRUÇÃO DE 4 NOVAS ESCOLAS


O prefeito Carlito Merss recebeu o futuro secretário estadual da Educação, Marco Tebaldi em audiência às 9h30min no Gabinete do Prefeito. Participaram o secretário municipal da Educação Marquinhos Fernandes e a chefe-de-gabinete Maria Ivonete Peixer. Tebaldi e Carlito definiram a construção de 4 novas escolas para Joinville.
As novas unidades serão feitas em parceria entre Estado, União e Município nos bairros Morro do Meio, João Costa, Aventureiro e Vila Nova, bairros com mais necessidades conforme estudos realizados.
No dia 14 (terça-feira), Tebaldi esteve com o ministro da Educação Fernando Haddad juntamente com o deputado federal Paulo Bauer e com o atual secretário estadual da Educação Silvestre Heerdt e obteve a garantia de liberação de recursos para 20 novas escolas em Santa Catarina, sendo 13 imediatamente e outros 7 futuramente.
O município vai oferecer os terrenos, que de acordo com o prefeito Carlito Merss estão garantidos. Tebaldi também aproveitou a audiência para discutir outros assuntos como municipalização que já foi iniciada em Joinville, transporte escolar e liberação do terreno para a construção da UFSC na BR-101.

sábado, 11 de dezembro de 2010

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Desde ontem foi confirmado meu nome para ser o Secretário Estadual da Educação. Muito me honra a oportunidade confiada pelo governador Raimundo Colombo e ao apoio recebido do PSDB. É um grande desafio que vamos construir juntos com a comunidade docente e discente. Pode haver questionamentos sobre minha formação, afinal sou engenheiro sanitarista, mas poucos sabem que comecei como professor universitário na UFSC.O que está em questão são os resultados que teremos.
Quando prefeito encerrei minhas duas gestões como um prefeito-educador com bons resultados no setor. Ganhamos prêmios de reconhecimento nacional, construímos novas escolas e Centros de Educação Infantil, implantamos novidades como os programas Leia Joinville de incentivo a leitura e implantação de Praças de Leitura nas escolas. Os professores são altamente qualificados e a excelência de nosso Ensino em Joinville se deve muito a isso.
O governador pretende incentivar as Escolas de Ofício, a exemplo do que tínhamos em Joinville: Escola Têxtil e na época criamos a Escola Suíça de Panificação. Portanto, experiência temos e vontade de trabalhar, também. Boa sorte à todos nós.

domingo, 28 de novembro de 2010

"RENDER MAIS"..SÓ SE FOR ESCÂNDALOS

O governo do PT de Joinville festeja a concessão do Prêmio "Municípios que Fazem Render Mais" na categoria cidades com mais de 250 mil habitantes. Até aí tudo bem é um direito de tentar maquiar o que ninguém vê. O PSDB tem sido condecendente com o PT.
Joinville perdeu dois anos de sua história com uma gestão atrapalhada, incompentente e cheia de escândalos.

Ao receber o dito prêmio, de critérios questionáveis o titular do PT, de forma sem graça, tenta alfinetar a gestão do PSDB, que deixou legado de obras, realizações, projetos e dinheiro para que o desastre petista não fosse maior. Vem ele com aquela bobagem que o PSDB estava nas páginas policiais, devido ao acontecimento com o ex-secretário municipal da Saúde, Norival Silva, cujas acusações se deveram a denúncias de possíveis ações dele na esfera estadual. Nada aqui no município.

Mas o prefeito do PT não olha o próprio rabo. Desde que iniciou esta desastrada gestão, iniciaram as fraudes, os escândalos e a paralisia administativa e o calote governamental. Por isso é considerado o pior prefeito da história de Joinville.

Não queria entrar nesta discussão, pois minha meta é ajudar Joinville. Mas como o sujeito provoca alguém tem que lembrá-lo da relação incestuosa de um empreiteiro com a intimidade do prefeito. As relações familiares pra lá de duvidosas e suspeitas. Está transformando o gabinete num balcão de negócios.

Ele deve explicações sobre a funcionária paga pelo governo que dava expediente na sede do PT.

Ele deve explicações sobre a compra fraudulenta de móveis na Secretaira da Educação e a denúncia de pagamento de propina. A Câmara Municipal tem todos os documentos e comprovações da falcatrua. Pena que nem todos os jornais publicam.

Ele deve explicações à sociedade sobre os constantes contratos emenrgenciais de iluminação pública com a Luminapar, também conhecida como Luminamerss. Ele tem que dar explicações ao povo joinvilense sobre o envolvimento de sua prima, comprovado por reportagem de um jornal joinvilense com a dita Luminapar.

E quanto a aprovação popular, as urnas deixaram claro. Candidatos do prefeito ou que integraram seu governo foram rejeitados pelas urnas.

Enfim isto é apenas um pedacinho do caso de polícia que é este governo. Eu não provoquei. Gostaria de auxiliar este governo como deputado federal e trabalhar por Joinville.

Em primeiro de fevereiro assumo como deputado federal e estarei à disposição do prefeito para trabalhar por Joinville, mas ele precisa parar de falar bobagem, olhar para dentro de sua casa e começar a tabalhar. Até agora só está tentando fazer coisas que deixei: parques (ficou projetos e dinheiro e não fez nenhum), saneamento (deixei projeto e dinheiro e estão fazendo) escolas e Ceis (deixei várias unidades quase prontas, e demoraram quase ou mais de um ano para concluir).

E a mentira de que deixei dívidas não cola mais. Foi desmentido por auditoria do TCE.

Meu conselho é de que parem de arrumar desculpas, falar mal dos outros, acordem cedo, trabalhem que o resultado vai aparecer.

sábado, 20 de novembro de 2010

CONSELHO DA SDR E 40 ANOS DO SINUELO

Na 80ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional, na sexta-feira à tarde no Restaurante Sinuelo na BR 101, os presentes foram alertados da necessidade de trabalharmos para a implantação do Núcleo Especial de Polícia Marítima da Delegacia de Polícia Federal em Joinville (NEPOM). Iniciativa que prontamente já conta com o apoio dos deputados da região. O deputado estadual Kennedy Nunes, autor da iniciativa que contou com apoio do deputado federal Mauro Mariani, autor de emenda para viabilizar a instalação, agora conta com meu apoio, do estadual eleito por Jaraguá Carlos Chiodini e também do estadual Darci de Matos.
Recentemente Santa Catarina ficou sabendo que as toneladas de drogas presas na Europa foram embarcada num porto catarinense, usando máquinas agrícolas como fachada. Portanto é mais do que necessária  a fiscalização, policiamento de nossa costa.
Outro assunto de extrema importância tratado é a duplicação da  BR-280, no trecho entre São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul.

E foi prazeroso o encontro que marcou os 40 anos de atuação da Família Molon em Santa Catarina. Originados em São Marcos (RS) perto de Caxias do Sul, se instalaram às margens da BR-101 transformando a pequena banca de estrada num empreendimento admirável. E mais investimentos serão feitos, incluindo um hotel de gabarito.

Parada obrigatória aos viajantes, também é meu lugar de pit stop há 26 anos, período que moro em Joinville. Bom queijo, copa, salame, suco e também vinho. Parabéns à Família Molon e sucesso futuro em seus empreendimentos.

domingo, 14 de novembro de 2010

TEBALDI DEFENDE AMPLIAÇÃO DO PSDB DURANTE ROTEIRO DE AGRADECIMENTO



O deputado federal eleito pelo PSDB Marco Tebaldi, aproveitou o feriadão para trabalhar um pouco mais. Fez um roteiro pelo extremo oeste para agradecer os votos, prestigiou festas populares e eventos públicos.

Em São Lourenço do Sul, acompanhou o prefeito Tomé Etges na entrega de 55 casas populares no Conjunto Residencial Vida Nova, parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. Seguiu para Dionísio Cerqueira, São Miguel do Oeste, Riqueza, Palmitos e Chapecó. Em riqueza Tebaldi foi recepcionado pelo prefeito Renaldo Muller na linha Consoladora.

Em Chapecó discutiu a sucessão municipal. O presidente local do PSDB, Ivan Carlos Agnoletto é um nome que pode ser lançado para candidatura a prefeito. “Defendo que o PSDB tenha candidatos a prefeito em todos os municípios onde for possível. Chapecó é um pólo importante e temos nomes como o Ivan Carlos, o Andretta e o Tozzo. Só com disputa de eleições é que vamos crescer”, avaliou Tebaldi.

No domingo, Marco Tebaldi visitou Nova Erechim e foi a Irati na Festa do Porco, onde foi recepcionado pelo prefeito Antonio Grande durante o almoço e em Maravilha visitou a Facimar, recebido pelo prefeito Orli Berger. Nesta segunda-feira o roteiro encerra ao meio-dia em Campos Novos.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

PAVAN BENEFICIA MAIS EMPRESAS DE JOINVILLE


Foi com satisfação que testemunhei o tratamento que o governador Leonel Pavan está dando a Joinville. Na manhã de quarta-feira em solenidade na ACIJ- Associação Empresarial de Joinville mais seis empresas da região Norte foram beneficiadas com a assinatura dos contratos do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec).

Atitudes como esta contribuem para o aumento de emprego e renda em todas as regiões de Santa Catarina. As empresas beneficiadas investirão mais de R$ 185 milhões no Estado e abrirão 1.041 empregos.

As empresas que receberam parecer favorável para expansão de seus negócios são: a Homeplast Indústria de Plásticos Ltda, de Joinville, que investirá R$ 3.008.969,30 e 14 novos empregos; Tecnoperfil Plásticos Ltda, Joinville, R$ 17.220.000,00 e 56 empregos; Cajadan Têxtil Ltda, Joinville, R$ 1.482.825,15 e 34 empregos; Durin Indústria de Plásticos Ltda, de Araquari, R$ 61.171.366,04 e 540 empregos; AB Plast Manufaturados Plásticos Ltda, Joinville, R$ 10.001.700,00 e 251 empregos; e a empresa Dohler, Joinville, que investirá R$ 92.995.000,00 gerando 506 empregos.

sábado, 6 de novembro de 2010

BINÁRIO DA VILA NOVA E O BNDES III

Desde 2007 estamos trabalhando para obter a liberação do empréstimo do BNDES para complementar as ações de infra-estrutura iniciadas já no governo do prefeito Wittich Freitag, que formalizou o BNDES I. este trabalho teve andamento acelerado com o ex-prefeito Luiz Henrique com o BNDES II que implantou as Estações da Cidadania e pagamento de apenas uma passagem. No meu governo de 2002-2008, concluímos o BNDES III com as estações do Nova Brasília e Pirabeiraba, bem como as reformas dos terminais urbanos e abertura de grandes avenidas como a terceira etapa da Marquês de Olinda (rua 15 - Anita Garibaldi) e a tão esperada abetura da rua São Paulo (Barra Velha - Boehmerwald).
Apresentamos o BNDES III com todos os projetos para implantação o Binário da Vila Nova, abertura da rua Max Colin (Campos Salles-rua 15 em frente a Florença), abertura da Almirante Jaceguay e binário na rua Cegonhas no Iririú, além de pavimentação. O deputado estadual Darci de Matos (DEM) foi o relator na Assembléia Legislativa, permitindo que o governador Luiz Henrique contraisse o empréstimo. Infelizmente nos dois últimos anos isto não andou. E na última quinta-feira falamos com o governador Leonel Pavan para nos apoiar. Informou que os técnicos do BNDES farão vistoria técnica na semana que vem e depois devemos obter aprovação do da Secretaria do Tesouro Nacional.
É possível que ainda este ano tenhamos a boa novidade de o governador Leonel Pavan estar em Joinville para assinar a liberação do dinheiro.
Principalmente a Vila Nova não aguenta mais tanto congestionamento. E os moradores sabem disso pois são de Joinville e conhecem a realidade.
E na última eleição todos os candidatos a prefeito apresentaram este projeto criado pelo IPPUJ no meu governo e o endossaram em suas promessas. Agora vamos trabalhar para liberar o dinheiro para que a obra realmente saia.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

TEBALDI PEDE EMPENHO DE PAVAN NA LIBERAÇÃO DO BNDES

O deputado federal eleito Marco Tebaldi (PSDB), esteve em audiência com o governador Leonel Pavan, no Centro Administrativo, na tarde desta quinta-feira (4). Pediu empenho do governador para a assinatura do contrato de financiamento de R$ 40 milhões do BNDES- Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, para obras de pavimentação, infra-estrutura e intervenções viárias. A audiência acompanhada pelo diretor do Seinfra, engenheiro Romualdo Theophanes de França Júnior e pelo ex-secretário de infra-estrutura da Prefeitura de Joinville, Roberto Winter, secretário da Fazenda Cleverson Siewert foi definido que em aproximadamente 45 dias o processo pode estar concluído. E o governador Leonel Pavan poderá fazer o lançamento da obra.



O secretário da Fazenda, Cleverson Siewert, informou que nos dias 11 e 12 deste mês, os técnicos do BNDES farão uma visita técnica para revalidação de documentos e depois deverá ser encaminhado para a STN- Secretaria do Tesouro Nacional que vai avaliar e aprovar a operação.



"Esta é a terceira etapa de um grande projeto de intervenção urbana. Com Luiz Henrique foi feito o BNDES I, implantando abertura de vias pavimentação das linhas de ônibus. No meu governo executamos o BNDES II, para complementação do sistema de transporte urbano, estações de integração e abertura de grandes avenidas como Marquês de Olinda e abertura da rua São Paulo e o BNDES III, que deixamos os projetos prontos, será para estruturação de vias como o Binário da Vila Nova, Almirante Jaceguay, Max Colin ligando a rua 15 de Novembro em frente a Florença, formando o binário "relatou o deputado eleito Tebaldi.



No caso do Binário da Vila Nova, a obra já foi licitada pelo Deinfra-Departamento de Infra-estrutura, no valor de R$ 8 milhões e que depende da aprovação desta operação para sua execução

sábado, 30 de outubro de 2010

CAMINHADA PRÓ-SERRA

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

JOINVILLE GANHA FORÇA NO APOIO A SERRA



A campanha da arrancada final para eleição de José Serra à Presidência da República ganhou novo impulso e motivação nesta quinta-feira (21) em Joinville quando representantes de todos os partidos da coligação “As Pessoas em Primeiro Lugar” (PMDB, PSDB, DEM, PTB, PSL, PSC, PPS, PTC e PRP) decidiram intensificar o trabalho de busca do voto, principalmente no trabalho de campo. Recebeu novas e fortes adesões como do PV representado pelo candidato ao Senado Fabiano Piovezan, pelo PMN com o candidato a governdor Carmelito Smiguel, pelo PT do B com Terezinha Nascimento, PDT com o vice-prefeito de São Francisco do Sul e PP com representantes do deputado estadual Kennedy Nunes e da vereadora Zilnete Nunes, empresários como o presidente da Acomac, Rudi Soares e sindicalistas.

Comandada pelo deputado federal eleito Marco Tebaldi (PSDB), a reunião teve a participação da maioria dos candidatos a deputado estadual e federal de Joinville e outras cidades como Joaçaba, Itapoá, Itajaí e São Francisco do Sul. Também participaram do encontro líderes empresariais e sindicais.

Na próxima quinta-feira, dia 28, três dias antes das eleições, nova reunião envolverá também os candidatos majoritários, entre eles os senadores eleitos Luiz Henrique da Silveira e Paulo Bauer.

Tebaldi avaliou o quadro do segundo turno como “o momento de Serra”, em que o embate está centrado na comparação de valores éticos e morais. “Esse é o grande diferencial de Serra na comparação com a candidata do PT”, enfatizou.

Darci de Matos, deputado reeleito pelos Democratas, destacou o fato novo na corrida do segundo turno em Joinville, com a adesão do PP do deputado Kennedy Nunes. Para Darci, o atual presidente Lula já cumpriu seu papel, “apesar de não reconhecer que quem colocou o Brasil nos eixos para ele governar foi o antecessor Fernando Henrique Cardoso”.

Pelo PMDB, o vice-presidente da sigla, Cleonir Branco, relatou a sinalização que o partido deu para todos se engajarem na conquista de voto para Serra. “Nosso grande objetivo, aqui em Santa Catarina, é conquistar aquela diferença de 1,2 milhão de votos”.

Nessa mesma linha de abordagem, todos os líderes presentes relataram suas ações, que nas últimas semanas estão centradas na conquista do voto, principalmente das pessoas mais humildes dos bairros que sabem o nome e número dos candidatos, mas ainda carecem de alguma informação que os faça decidir. “Ainda ontem conquistei cinco votos numa parada em restaurante quando vinha pela BR-101”, relatou a deputada suplente Simone Schramm (PMDB). “É esse o trabalho que nossa militância precisa fazer até a véspera da eleição”, exortou.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

PSDB FAZ NOVAS FILIAÇÕES E DEFINE RETA FINAL

Na reunião do Diretório Municipal do PSDB de Joinville, na segunda-feira à noite (18), o partido recebeu 20 novas filiações trazidas pelas candidatas a deputada estadual, Shyrlei e Dolores. Na reunião o advogado Álvaro Cauduro transmitiu o cargo de presidente ao deputado federal eleito Marco Tebaldi e foram definidas estratégias para as duas semanas que antecedem o pleito da sucessão presidencial. “Serra vai ganhar porque é o momento dele. Tudo está favorável e nestas duas semanas ele vai crescer mais ainda”, previu.

Tebaldi explanou que José Serra tem todas as condições de vencer a eleição e conclamou os partidários a realizar uma traalho de mobilização. A cidade foi setorizada por partidos que apóiam Serra e cada equipe vai ser responsável pela mobilização em um ponto da cidade. Deputados, vereadores, lideranças vão ser responsáveis pelos locais de mobilização.

“Santa Catarina vai dar uma vitória com vantagem de um milhão de votos para Serra e nós vamos dar nosso trabalho para aumentar a vantagem em Joinville”, conclamou Tebaldi.

domingo, 17 de outubro de 2010

A VIRADA DE SERRA

Este segundo turno tem sido excepcional, com o crescimento de José Serra. O PT perdeu o rumo e não acha mais o caminho de casa. Serra tem crescido, tem mostrado que é mais preparado e de nada adianta o PT ficar latindo que o PSDB fez privatizações. É verdade e foi bom para o povo brasileiro. Ou estaríamos ainda mendigando por um telefone, falando com dezenas de pessoas para obter uma linha. Celular? era artigo de luxo e ainda financiado.
Com as privatizações do sistema de telefonia, o Brasil se modernizou, qualquer cidadão pode ir numa loja e comprar um chip, um aparelho e sair falando. A Internet se alastrou e a telefonia fixa ficou muito mais barata.
Por isso que as privatizações melhoraram bem como a abertura dos mercados de automóveis que permitem às famílias terem seus veículos para tabalho ou passeio. Votar no PT é voltar ao passado onde o Estado quer controlar tudo.
Tenho percebido a aceitação de Serra nas ruas. Sábado fizemos mobilização na Beira-rio. Cerca de 90% das pessoas abordadas nos semáforos receberam bem nossa equipe. Buzinavam em sinal de aprovação, de que vão buscar os votos para eleger José Serra presidente.

sábado, 16 de outubro de 2010

QUANDO LI NÃO ACREDITEI

O governo do PT de Joinville, depois de inaugurar semáforo, com direito a cerimonial na Vila Nova, agora apresenta mais uma grade realização em quase dois anos de gestão: o "pecódromo". E não adianta dizer que é invenção da oposição, etc. É matéria distribuída pela própria assessoria de "comunicação" do PT

Leiam a íntegra...
Escola de Joinville inaugurará "pecódromo" no dia 19/10



Joinville (15/10/2010) - Secretaria de Comunicação (Prefeitura Municipal de Joinville)



"É a brinca ou a vera?" Peca de aço ou americana? Entendeu? A geração videogame e internet terá dificuldade, mas quem acertou muita bola de gude na boca lembrará com carinho de um dos brinquedos mais legais da infância. E, para resgatar essa época, a escola municipal Adolpho Bartsch, em Pirabeiraba, inaugurará um "pecódromo" na terça-feira (19/10), às 15h.



O "pecódromo" tem 3 x 6 m e é cercado por meio-fio. Todos foram pintados e delimitam o local formado por barro socado e pó de brita. A iniciativa foi desenvolvida por alunos da 5ª série que receberão 1.000 pecas - quatro por criança - doadas pela comunidade. Mas, para chegar a esse número, a diretora Katia Schwartz, 47 anos, acredita que precisará de mais 200 bolas de gude.



Katia apoiou desde o início a ação, já que quando era criança brincou muito de peca. "Eu sempre gostei e joguei", garantiu. "Decidi instigar as crianças que buscam apenas o videogame e o computador para se divertir." Enquanto a inauguração não chega, os alunos da 5ª série estão pesquisando as regras e contando as horas para utilizar as bolas de gude no "pecódromo".





Contato:



Diretora Katia Schwartz: 3424.6272
8828.6143





Contato:



Hélio de Sousa

Assessoria de Comunicação - Felej

3433-1160
8458-3194

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

DEPUTADOS ELEITOS DEFINEM ESTRATÉGIAS

A coordenação da campanha majoritária a presidência, de Joinville e região, reuniu os deputados estaduais e federais eleitos na manhã desta sexta-feira, integrantes da tríplice aliança. Participaram o deputado federal eleito Marco Tebaldi (PSDB), e os deputados estaduais reeleitos Darci de Matos (DEM) e Nilson Gonçalves (PSDB). O deputado federal Mauro Mariani está em roteiro de agradecimento e não pode participar. Os deputados sugeriram ações voluntárias para levar as mensagens do candidato a presidente José Serra para as ruas.

“Vamos agregar novos apoios, inclusive de partidos que foram nossos adversários no primeiro turno. Agora é outra eleição e é melhor para o Brasil, para Santa Catarina e para Joinville que Serra seja o presidente”, argumentou Tebaldi. Nilson Gonçalves se prontificou a ceder voluntários para o trabalho necessário, bem como Darci de Matos.

Gonçalves disse que o momento é hora de cada um buscar apoio de lideranças sejam políticas, comunitárias e empresariais para que manifestem apoio a Serra. A partir deste momento, a mobilização será permanente, sob a coordenação do comitê da majoritária. Na próxima semana deve haver uma reunião ampliada com todos os eleitos incluindo os senadores Luiz Henrique e Paulo Bauer e possivelmente o governador eleito Raimundo Colombo.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

VAMOS BUSCAR OS VERDES

A performance da candidata do PV Marina Silva, que teve estômago fraco e não aguentou mais paricipar do governo do PT, não concordou com escândalos, roubalheira, mensalão, dólar em cueca, etc, foi fenomenal nesta eleição presidencial.
Concorrendo contra a campanha milionária do PT, Marina fez uma votação estupenda. Encantou a todos por onde passou e sua linha programática é respeitada e aceita pelo PSDB.
Temos facilidade com o PV. Quando fui prefeito de Joinville, o PV  integrou nosso governo e nos apoiou na coligação de 2008, quando estivemos juntos com o DEM. Temos afinidades e é fácil trabalharmos juntos com respeito mútuo.

http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3074078.xml&template=4187.dwt&edition=15692&section=884

terça-feira, 12 de outubro de 2010

MIOPIA DA INCOMPETÊNCIA

Quando se é fraco, incapaz, sem pulso firme, a tendência é achar culpados pelos próprios erros. É assim que Joinville está vendo uma administração petista reprovada por 80% da população e um mandatário com nota 3. Lamentável. Nunca Joinville teve uma gestão tão ruim e caótica. Pior! Aponta o dedo para tentar achar culpados para encobrir sua incompetência.
Hora, vejam só! Dizer que a oposição tem gente paga em botecos para falar mal do governo? O que é isso? Fala como se fosse preciso isso...Este governo acabou quando começou. Inventou mentiras de dívidas milionárias que nunca existiram. Perdeu o que o político tem de maior valor que é a credibilidade, a palavra.
Durante esta campanha eleitoral mais do que reivindicações, o que ouvimos foi o descontentamento da população por ausência de governo. Não tem nenhuma obra, melhoria, projeto que não tenha sido criado ou iniciado pela gestão do PSDB. Pelo menos estão tentando concluir o que deixamos e fazendo a passos de tartaruga a rede de esgotos, o plano de drenagem para acabar com as cheias que iniciamos.
Virou piada nos bairros as maiores ações do governo do PT: "inauguração de semáforo na Vila Nova" e " vistoria na calçada do 62 BI" e a "Parada da Diversidade ".
Achar boicotes, culpados pelos erros é fácil. Governar é difícil. Requer trabalho, dedicação, inteligência, conhecimento, firmeza.
Joinville já perdeu dois anos de sua história com esta turma. E não é o PSDB nem o DEM que vaia o prefeito. É o próprio PT num comício próprio, ou a comunidade em festas populares.
Mesmo os milhões gastos em publicidade não conseguem mascarar a realidade. O povo percebe, vive nos bairros. Só quem não vê são os encastelados que sofrem de miopia social.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

A REUNIÃO DE BRASÍLIA

Acompanhei a reunião de José Serra em Brasília, estive junto com Luiz Henrique nosso senador eleito que será o coordenador, mais o Bauer e o governador eleito Colombo e o governador Pavan. Afinal, ninguém melhor do que um campeão de estratégia e de votos para coordenar os trabalhos em nosso Estado.
Serra é o mais preparado, experiente e sabe o que tem que ser feito. Diferente de uma candidata fabricada e teleguiada.
O PT saiu derrotado com a não vitória esperada em primeiro turno, quando todos os institutos de pesquisa apontavam a derrota de Serra. O resultado eleitoral trouxe à realidade de qu epor onde o PT passa ninguém quer mais. Assim foi em Criciúma, Chapecó, Rio do Sul, Blumenau e Joinville. O desastre da gestão do PT ofuscou até a presença de Lula no comício realizado aqui, quando o prefeito petista foi vaiado por militantes do PT. As derrotas de todos os candidatos ligados ao governo municipal foi vergonhosa. A candidata ao governo do Estado foi um fiasco, com Lula e tudo. E Serra ganhou em Joinville e no Estado.
No Norte de SC o tucano venceu em 20 municípios contra 10 da petista.
Por isso afirmo é possível ampliar esta vantagem e vencer esta eleição. Vamos trabalhar para isso.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

PREFEITO NOTA 3

Os eleitores demonstraram nas urnas o seu desejo e a aprovação dos governantes. Vejam Joinville a trágica gestão do PT. Pesquisa Mapa apurou apenas 12,4 de aprovação e uma nota ínfima de  3,7 para o prefeito. Um prefeito nota 3 não passa de ano, está muito abaixo da média necessária.
Joinville não merece passar por isso.
http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3064848.xml&template=4187.dwt&edition=15642&section=884

terça-feira, 5 de outubro de 2010

SERRA VAI VENCER

Depois da vitória histórica e recorde de Raimundo Colombo em Santa Catarina, que venceu com a união de forças da tríplice aliança, vamos continuar fortes, unidos para eleger Serra presidente. Não será difícil.
Vamos enfrentar uma candidata destemperada, despreparada e que age por controle remoto.
O PT foi o grande derrotado em SC e principalment no maior colégio eleitoral Joinville. Reflexo da apatia, dos erros, das mentiras, da incompetência de gestão.
Especialmente Joinville vinha de um histórico de bons prefeitos como Wittich Freitag, Luiz Henrique e minha gestão, tanto que fui reeleito, com ótima aprovação.
O povo votou pela "mudança" e agora não se encontra ninguém que assuma ter votado no PT.
Por isso Serra tem chances de vencer contra o despejo de dinheiro que se viu nas últimas semanas, contra o uso vergonhoso da máquina pública e contra as besteiras ditas pelo presidente Lula em praça pública.
Temos 27 dias para construir esta vitória e vamos conseguir.

domingo, 3 de outubro de 2010

OBRIGADO PELA VITÓRIA

Agradeço a Deus pela força nesta caminhada que me deu energia, fé e perseverança para vencer. E agradeço aos mais de 100 mil catarinenses que confiaram em mim.

Muito obrigado, de todo meu coração


Tebaldi

sábado, 2 de outubro de 2010

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

PROPOSTA AOS IDOSOS

Como Deputado Federal, defendo algumas iniciativas com relação aos Idosos, que, infelizmente, não recebem o respeito que merecem de nossa sociedade.  O desafio dos governantes é construir uma Nação na qual os direitos e as prerrogativas dos idosos sejam uma prioridade.

Abaixo, elenco algumas propostas ou idéias que pretendo defender na Câmara dos Deputados:

a) Propor a Isenção para os idosos do pagamento das taxas de renovação da Carteira de Motorista, Carteira de Identidade, Passaporte e outros documentos.

b) Propor a Isenção de outros Tributos Federais para os Aposentados, Pensionistas e Deficientes Físicos.

c) Propor a criação de uma cesta básica de medicamentos isentos de tributos especialmente para os idosos.

d) Propor a criação do programa de fisioterapia domiciliar para os idosos, financiado com recursos do SUS para situações especiais.

e) Propor a Assistência Multiprofissional aos Idosos nos Postos de Saúde perto de suas casas.

f) Garantir por meio de política mais severa o efetivo atendimento prioritário aos idosos, deficientes físicos e gestantes, nos estabelecimento bancários, lojas, órgãos públicos, consultórios e etc.

g) Garantir nos termos do Estatuto dos idosos o gozo dos seguintes direitos já assegurados:



 Distribuição gratuita de órteses, próteses e medicamentos.

 Direito ao transporte gratuito com reserva de 10% dos assentos.

 Desconto de 50% nas atividades de cultura, esporte e lazer.

 Reserva de 3% das Unidades residências nos programas habitacionais públicos.

 Reserva de no mínimo 02 (duas) vagas gratuitas para os idosos nos transportes estaduais.

 A Fiscalização e controle da aplicação do Estatuto do Idoso.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O APOIO DE LUIZ HENRIQUE

Nas nossas Caravanas 4545 pelos bairros tenho sentido o carinho das pessoas, o reconhecimento pelo que fizemos quando fui prefeito em duas ocasições. Tive a honra de receber o amigo e companheiro Luiz Henrique,de quem fui vice em 2000 e recebi o governo em 2002, que me permitiu ser reeleito em 2004 com votação história ainda não superada em primeiro turno.
O apoio de Luiz Henrique é imprescindível. Sou daqui, conheço as pessoas, fiz minha carreira e minha vida trabalhando pelo povo. Com apoio de Luiz Henrique atendemos muitas famílias com a regularização de áreas, assentamentos e plano habitacional. Luiz Henrique acreditou no nosso trabalho quando eu era Secretário da Habitação e por isso fizemos o Dom Gregório, o Ulysses Guimarães, o João Pessoa Machado e tantos outros conjuntos para dar uma identidade familiar para milhares de joinvilenses.
Agora pedimos às pessoas sua confiança novamente, para continuar trabalhando. Luiz Henrique no Senado e eu na Câmara Federal. Até domingo temos muito trabalho.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

REFORMA TRIBUTÁRIA

Como deputado federal vou pode levar propostas para a Reforma Tributária, que é imprescindível para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Convém, destacar, que a reforma tributária não tem por objetivo único promover a desoneração tributária, mas também, por meio de uma política tributária justa combater a probreza, a fome, a desigualdade social, a injustiça e o confisco.
Abaixo, elenco, algumas das propostas que pretendo apresentar e defender na Câmara dos Deputados:
a) Propor simplificação do Sistema Tributário Nacional.
b) Propor por meio políticas de compensação a extinção da guerra fiscal entre os Estados;
c) Fomentar e instituir medidas de desoneração tributária;
d) Ampliar de forma justa e solidária a base de contribuintes, alcançando os que sonegam e diminuindo a carga sobre todos;
e) Propor a criação do Fundo de Equalização de Receitas – FER; compensar eventuais perdas de receita do ICMS por parte dos estados;
f) Propor a criação do Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional - FNDR;
g) Propor a criação do Fundo Nacional de Incentivo a Exportação;
h) Propor a redução da contribuição patronal sobre folha de pagamento;
i) Propor a alteração dos critérios de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios – FPM;
j) Propor a criação de um novo sistema de divisão das receitas tributárias;
l) Propor a uniformizar da Legislação do ICMS;
m) Propor a diminuição da Tributação no setor produtivo;
n) Propor a criação do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA) Nacional;
o) Propor a criação de um regime especial para agricultura;
p) Propor a isenção tributária de todos os produtos que compõe a cesta básica;
q) Propor a extinção dos Empréstimos compulsórios;
r) Propor a Isenção tributária dos medicamentos para o atendimento primário a saúde (hipertensão, diabetes e outros);
s) Propor a manutenção da imunidade dos templos religiosos;
t) Propor a isenção dos investimentos produtivos, dentre outras.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

PROPOSTAS PARA A SAÚDE

Como deputado federal, posso apresentações soluções, projetos, sugestões para melhorar a vida das pessoas. Posso agir em várias áreas entre elas a mais sensível, que a Saúde
Convém, destacar, que nos países mais desenvolvidos não mais se constroem Hospitais e sim atuam na prevenção das doenças, em outras palavras, a prioridade é evitar que as pessoas fiquem doentes, por meio de políticas voltadas a: combater a fome, a disseminação de doenças, vacinação, educação, combate a vetores (ratos, mosquitos), saneamento básico e atendimento médico.


Abaixo, elenco algumas de minhas propostas ou idéias que pretendo defender na Câmara dos Deputados:
a) Propor o aumento do número de Médicos nas Unidades Básicas de Saúde, visando acabar com as filas e o mau atendimento.

b) Propor o aumento para todo o Brasil, do Programa Saúde da Família.

c) Propor a criação de projetos e programas voltados a saúde bucal.

d) Propor a criação de projetos e programas voltados a saúde mental.

e) Propor a criação de uma cesta básica de medicamentos isentos de tributos.

d) Defender a criação da carreira de Estado para os Médicos.

f) Propor a fixação de novo limite de gastos com a Saúde.

g) Propor a criação do Programa Nacional de Planejamento Familiar.

h) Propor a criação do Programa Nacional de Cuidado e Controle de natalidade de cães e gatos.

I) Propor a criação do Programa Nacional de Prevenção e Tratamento do Alcoolismo.

j) Propor a Criação do Sistema Nacional do Registro Doenças para fins de controle, estatística e acompanhamento.

l) Propor a criação do Programa Nacional de Prevenção e Tratamento de Dependentes Químicos.

MANIFESTO DE NILSON BENDER

Manifesto referente à Eleição de 2010

Atuando há 50 anos na política partidária de Joinville, julgo do meu dever manifestar minha posição em relação à eleição deste ano visando contribuir para que os cargos eletivos sejam ocupados por pessoas competentes, defensoras dos princípios morais, éticos e administrativos que se coadunem com as idéias que a maioria da população professa.
Estamos agora com a rara oportunidade de redirecionar os rumos políticos do Estado através de uma alternância de ocupação do Poder  mediante uma nova liderança política emergente, representada pelo Senador Raimundo Colombo, cidadão capacitado, experiente em administração Pública e que professa os ideais éticos, morais e cívicos, que se deseja de um bom Governador.
Por isso, eu o apoio, e torço por sua vitória. Da mesma forma fico feliz em ver o Dr. Eduardo Pinho Moreira ser seu candidato a vice-governador.
Acho que chegou a hora de enveredarmos por uma solução renovadora na pessoa de um político que em 30 anos de exercício de cargos público nunca sujou as mãos, mostrou competência e atende pelo nome de Raimundo Colombo.
 Quero, igualmente, manifestar-me sobre o preenchimento dos cargos legislativos. Creio que os candidatos da Aliança (Polialiança) são os que têm melhores condições de servir bem o povo Catarinense comprometidos que estão com a candidatura do presidenciável JOSE SERRA a quem apoio com entusiasmo e muita esperança.
Por isso sugiro aos eleitores que para o Senado apóiem os candidatos Luiz Henrique da Silveira e Paulo Bauer com currículo e experiência suficientes para bem representar o Estado no Senado Federal.
Quanto às Câmaras Legislativas vejo a candidatura do ex Prefeito Marco Tebaldi como merecedor de nossa confiança e faço votos que se eleja.
Para representar-nos em Florianópolis são capazes e dignos de apoio entre outros o atual Deputado Darci de Matos, Delegado Zulmar Valverde o Deputado Nilson Gonçalves, e os vereadores Maurício Peixer, Fabio Dalonso, Jucélio Girardi, Simone Schramm, Clarice Portela, Shirley da Saúde, Dolores Tomaselli, e Sandro Daumiro da Silva, atual Presidente da Câmara de Vereadores.
Penso, outrossim, que os eleitores de Santa Catarina e particularmente os de Joinville, ao definirem em quem vão votar devem refletir sobre o desastre administrativo e político que foi o equívoco de entregar a Administração Municipal de Joinville ao representante do PT nesta cidade.
Todavia, em que pese a enorme importância para nós, das eleições regionais, não podemos menosprezar a eleição presidencial onde pontifica como excelente candidato o economista JOSE SERRA, homem digno com 30 anos de bons serviços prestados ao Brasil, e que com sua competência, experiência e seriedade de conduta, conquistou a confiança daquela maioria de brasileiros que deseja à nossa pátria progresso e a seu povo prosperidade, que SERRA com sua inteligência e vontade de servir ao País pode e vai proporcionar.
Destaque merecem os compromissos que SERRA assumiu perante os aposentados do INSS de lhes proporcionar uma correção da defasagem das aposentadorias de 10% a partir de janeiro do ano que vem, e também o compromisso que assumiu no programa irradiado em 11 de setembro, de reduzir a carga fiscal que pesa sobre o transporte coletivo urbano, o que permitirá uma redução de 50(cinqüenta centavos) no preço das passagens de ônibus, metrô, etc.
Igualmente merece elogio a disposição manifestada pelo candidato SERRA de fixar o valor do salário mínimo em R$ 600,00 (seiscentos reais) já em janeiro do próximo ano, em contraposição ao valor previsto pelo atual governo de somente R$ 538,00 (quinhentos e trinta e oito reais) conforme consta da proposta orçamentária de 2011.
Por tudo isso, e principalmente pelos seus méritos pessoais, JOSE SERRA será eleito Presidente do Brasil!
Merece!
Fico grato aos eleitores que derem atenção às ponderações que acabo de fazer.
A propósito, manifesto, outrossim, minha concordância com o pensamento do Deputado Paulo Bornhausen que recentemente disse que “O Estado de Santa Catarina tem o destaque que tem,  de ser o 6º Estado mais desenvolvido do País, porque nunca foi governado pelo PT”. É a verdade!


Nilson Wilson Bender
Vice-Presidente dos Democratas
Ex-Prefeito de Joinville


Joinville, 22 de setembro de 2010.

TENTATIVA DE GOLPE: CALAR A IMPRENSA

O PT quer implantar uma nova ditadura no Brasil. Não quer liberdade de expressão, quer punir quem o contraria, como faz Chaves, como faz o ídolo de Lula, o ditador sanguinário Ahmedinejad, como faz os irmãos Castro em Cuba.
O risco é grande de termos uma mordaça na Imprensa que fala a verdade, que aponta os erros, que denuncia as falcatruas de qualquer partido.
Lula e o PT estão incomodados com a verdade. Não queriam que a população soubesse dos dólares em cuecas, meias, garrafas de bebidas vindas de Cuba e do balcão de negócios montado ao lado de seu gabinete no Palácio do Planalto.
Acompanhem a Veja, O Estadão, a Folha e os principais veículos de comunicação do País. A Imprensa só era boa quando denunciava os outros.
Não querem que o povo saiba da corrupção que acontece no Palácio. As tentativas do PT são reais, sérias, ameaçadoras.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

SEM MEDO DO PASSADO

Fernando Henrique Cardoso

O presidente Lula passa por momentos de euforia que o levam a inventar inimigos e enunciar inverdades. Para ganhar sua guerra imaginária, distorce o ocorrido no governo do antecessor, autoglorifica-se na comparação e sugere que se a oposição ganhar será o caos. Por trás dessas bravatas está o personalismo e o fantasma da intolerância: só eu e os meus somos capazes de tanta glória. Houve quem dissesse "o Estado sou eu". Lula dirá, o Brasil sou eu! Ecos de um autoritarismo mais chegado à direita.
Lamento que Lula se deixe contaminar por impulsos tão toscos e perigosos. Ele possui méritos de sobra para defender a candidatura que queira. Deu passos adiante no que fora plantado por seus antecessores. Para que, então, baixar o nível da política à dissimulação e à mentira?

A estratégia do petismo-lulista é simples: desconstruir o inimigo principal, o PSDB e FHC (muita honra para um pobre marquês...). Por que seríamos o inimigo principal? Porque podemos ganhar as eleições.

Como desconstruir o inimigo?

Negando o que de bom foi feito e apossando-se de tudo que dele herdaram como se deles sempre tivesse sido. Onde está a política mais consciente e benéfica para todos? No ralo.

Na campanha haverá um mote – o governo do PSDB foi "neoliberal" – e dois alvos principais: a privatização das estatais e a suposta inação na área social.

Os dados dizem outra coisa. Mas os dados, ora os dados...

O que conta é repetir a versão conveniente.

Há três semanas Lula disse que recebeu um governo estagnado, sem plano de desenvolvimento.

Esqueceu-se da estabilidade da moeda, da lei de responsabilidade fiscal, da recuperação do BNDES, da modernização da Petrobras, que triplicou a produção depois do fim do monopólio e, premida pela competição e beneficiada pela flexibilidade, chegou à descoberta do pré-sal.

Esqueceu-se do fortalecimento do Banco do Brasil, capitalizado com mais de R$ 6 bilhões e, junto com a Caixa Econômica, libertados da politicagem e recuperados para a execução de políticas de Estado.

Esqueceu-se dos investimentos do programa Avança Brasil, que, com menos alarde e mais eficiência que o PAC, permitiu concluir um número maior de obras essenciais ao país.

Esqueceu-se dos ganhos que a privatização do sistema Telebrás trouxe para o povo brasileiro, com a democratização do acesso à internet e aos celulares, do fato de que a Vale privatizada paga mais impostos ao governo do que este jamais recebeu em dividendos quando a empresa era estatal, de que a Embraer, hoje orgulho nacional, só pôde dar o salto que deu depois de privatizada, de que essas empresas continuam em mãos brasileiras, gerando empregos e desenvolvimento no país.

Esqueceu-se de que o país pagou um custo alto por anos de "bravata" do PT e dele próprio.

Esqueceu-se de sua responsabilidade e de seu partido pelo temor que tomou conta dos mercados em 2002, quando fomos obrigados a pedir socorro ao FMI – com aval de Lula, diga-se – para que houvesse um colchão de reservas no início do governo seguinte.

Esqueceu-se de que foi esse temor que atiçou a inflação e levou seu governo a elevar o superávit primário e os juros às nuvens em 2003, para comprar a confiança dos mercados, mesmo que à custa de tudo que haviam pregado, ele e seu partido, nos anos anteriores.

Os exemplos são inúmeros para desmontar o espantalho petista sobre o suposto "neoliberalismo" peessedebista.

Alguns vêm do próprio campo petista.

Vejam o que disse o atual presidente do partido, José Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobras, citado por Adriano Pires, no Brasil Econômico de 13/1/2010.

"Se eu voltar ao parlamento e tiver uma emenda propondo a situação anterior (monopólio), voto contra. Quando foi quebrado o monopólio, a Petrobras produzia 600 mil barris por dia e tinha 6 milhões de barris de reservas. Dez anos depois, produz 1,8 milhão por dia, tem reservas de 13 bilhões. Venceu a realidade, que muitas vezes é bem diferente da idealização que a gente faz dela".

O outro alvo da distorção petista refere-se à insensibilidade social de quem só se preocuparia com a economia.

Os fatos são diferentes: com o Real, a população pobre diminuiu de 35% para 28% do total.

A pobreza continuou caindo, com alguma oscilação, até atingir 18% em 2007, fruto do efeito acumulado de políticas sociais e econômicas, entre elas o aumento do salário mínimo. De 1995 a 2002, houve um aumento real de 47,4%; de 2003 a 2009, de 49,5%.

O rendimento médio mensal dos trabalhadores, descontada a inflação, não cresceu espetacularmente no período, salvo entre 1993 e 1997, quando saltou de R$ 800 para aproximadamente R$ 1.200.

Hoje se encontra abaixo do nível alcançado nos anos iniciais do Plano Real.

Por fim, os programas de transferência direta de renda (hoje Bolsa-Família), vendidos como uma exclusividade deste governo.

Na verdade, eles começaram em um município (Campinas) e no Distrito Federal, estenderam-se para Estados (Goiás) e ganharam abrangência nacional em meu governo.

O Bolsa-Escola atingiu cerca de 5 milhões de famílias, às quais o governo atual juntou outras 6 milhões, já com o nome de Bolsa-Família, englobando em uma só bolsa os programas anteriores.

É mentira, portanto, dizer que o PSDB "não olhou para o social".

Não apenas olhou como fez e fez muito nessa área:

- o SUS saiu do papel à realidade;

- o programa da aids tornou-se referência mundial;

- viabilizamos os medicamentos genéricos, sem temor às multinacionais; as equipes de Saúde da Família, pouco mais de 300 em 1994, tornaram-se mais de 16 mil em 2002;

- o programa "Toda Criança na Escola" trouxe para o Ensino Fundamental quase 100% das crianças de sete a 14 anos.

Foi também no governo do PSDB que se pôs em prática a política que assiste hoje a mais de 3 milhões de idosos e deficientes (em 1996, eram apenas 300 mil).

Eleições não se ganham com o retrovisor.

O eleitor vota em quem confia e lhe abre um horizonte de esperanças. Mas se o lulismo quiser comparar, sem mentir e sem descontextualizar, a briga é boa.

Nada a temer.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

LULA VAI DIZER QUE NÃO SABIA

O novo escândalo do PT, ocorre dentro do gabinete do presidente LULA. Pois é, nada menos que a chefe de gabinete que ficou no lugar de Dilma. Montou um balcão de negócios para venda de facilidades com o governo, embaixo da barba e bigode do molusco. Só falta ele dizer que "não sabia", como não sabia do mensalão e outros rolos de seu governo. Vejam o jornal A Notícia de hoje, ou a Veja desta semana, com todos os detalhes. A Erenice, mesma que coordenou o dossiê dos gastos do governo de Fernando Henrique Cardoso (pelo menos não comprava tanta cachaça) e que depois foi se explicar que era um levantamento normal, etc. Ora será que um govenro não tem relatórios de compras?
Enfim continuam se lambuzando. Enquanto isso as obras da duplicação sul da BR-101 continuam a passos de tartaruga, o contorno ferroviário quase parando. E por isso insisto, que se tivéssemos uma representação forte em Brasília que cobrasse do governo a execução das obras, é possível que andasse mais rápido. Deputados que integram a base do PT aqui e lá não tem como cobrar nada, pois devem favores.
Muitos não gostam e não aceitam que eu diga, mas o último grande líder, deputado com serviço prestado que tivemos foi Luiz Henrique e já se foram 14 anos.
http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3037388.xml&template=4187.dwt&edition=15486&section=2002

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

A VISITA DE SERRA

Semana passada recebemos a visita de José Serra. Foi um grande honra para nós. Desta vez nos deu maior atenção. Em 2002 a visita foi rápida no Sítio Novo, perto do Aeroporto. Logo em seguido cumpriu o roteiro.
Desta vez veio com calma, teve a oportunidade de se expressar no grande Fórum da ACIJ, que é a caixa de ressonância de nossa comunidade, foi simpático, cativou as pessoas e demonstrou sua indignação com o partido dos dossiês, do grampo, da violação dos direitos individuais.
Serra é um gigante, sua estatura moral inatacável é imensa. É alguém da estirpe de Franco Montoro, Mário Covas, Fernando Henrique, gente de primeira linha.
Ao lado de outro ícone da política nacional Luiz Henrique, que vai ser nosso senador junto com Paulo Bauer, Serra mostrou preparo no trato das questões.
Ele merece ser presidente porque tem conteúdo. Ao contrário da adversário que tem que terceirizar sua defesa no caso da violação do sigilo fiscal da filha de Serra, do vice-presidente do PSDB e outras pessoas. Se alguém é incapaz de defender sua candidatura, o que fará no governo?
Na Sociedade Alvorada Serra estava ótimo, levantou a platéia com sua história. No dia seguinte em Balneário Camboriú encontrou um povo caloroso e de braços abertos para recebê-lo.
Ele merece a vitória. Ele merece ser presidente desta Nação, que é a melhor do mundo.
Sua visita a Santa Catarina e especialmente a Joinville trouxe ânimo para nossa gente que agora pega firme para levar suas propostas, suas idéias de casa em casa.
É possível vencer e vamos trabalhar para isso.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

DESENCANTO NOS BAIRROS

Neste final de semana depois de receber nosso candidato a presidencia José Serra e ouvir dele o relato do crime do PT contra a família dele, no caso da quebra de sigilo fiscal da filha de Serra, ouvi muito sobre isso nos compromissos onde fui.
Desde as rodas de aniversários, jogos de futebol as pessoas comentavam a sem vergonhice do PT que novamente quer ganhar usando dossiês, trabalho sujo, fuçando que nem porco em lavagem a vida alheia.
Querem controlar a vida dos cidadãos, vasculher tudo.
Bom esta turma é a mesma que está com Collor, com Maluf com José Dirceu. Esta é a turma do PT que quer continuar no governo mamando nas gordas tetas da República. A turma do mensalão, do dólar na cueca, dos dossiês fajutos são os mesmos quer quebram sigilo fiscal, que se associam a quem foi banido da vida pública.
Ouvi isso todo final de semana. Isto nos enoja.
Serra estpa reagindo, é possível criar o segundo turno e vencer contra a espionagem, contra a hipocrisia, contra a candidata terceirizada monitorada por controle.
Quem escolhe é o povo que é soberano na Constituição.

sábado, 4 de setembro de 2010

JUSTIÇA ELEITORAL PUNE COLIGAÇÃO DO PT NOVAMENTE

O juiz eleitorl Sérgio Junkes acatou mais uma denúncia feita pelo PSDB por propaganda irregular e mandou tirar. Veja abaixo o despacho do juiz.

Despacho em 03/09/2010 - PA Nº 1153165 Doutor SÉRGIO LUIZ JUNKES

R.H.



De acordo com o art. 11, § 2º, da Resolução TSE n. 23.191/2009:



"Bens de uso comum, para fins eleitorais, são os assim definidos pelo Código Civil e também aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, ainda que de propriedade privada (Lei n. 9.504/97, art. 37, §4º).

É o entendimento jurisprudencial:

¿¿[...]. Prática de propaganda eleitoral irregular. Placa exposta em estabelecimento comercial. Conceito de bem de uso comum para efeitos eleitorais. [...]. Aplicação de multa. [...]. Bem de uso comum, para fins eleitorais, compreende os privados abertos ao público. [...]."



(Ac. de 23.6.2009 no ARESPE nº 25.643, rel. Min. Joaquim Barbosa.)



Isto posto, no exercício do poder de polícia a mim conferido, de conformidade com o art. 11, § 2º, da Resolução TSE n. 23.191/2009, INTIME-SE a noticiada IDELI SALVATTI, nos moldes do Anexo III do Provimento CRESC n. 1/2010, para que REMOVA, imediatamente, a propaganda eleitoral irregular descrita no Termo de Constatação (fl. 07), sob pena de restar demonstrado o prévio conhecimento acerca da existência da propaganda indevida e de sujeição às sanções previstas na legislação eleitoral, caso não o faça em 48 horas.



Decorrido o prazo acima assinalado, expedir novo auto para constatar se houve a cessação da irregularidade.



Joinville, 03 de setembro de 2010.



Sérgio Luiz Junkes

Juiz Eleitoral

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

TRIBUNAL DE CONTAS APONTA SUPERFATURAMENTO NO GOVERNOD O PT DE JOINVILLE

O Tribunal de Contas de SC, analisou o Edital de Concorrência da Companhia Águas de Joinville e apontou superfaturamento na compra dos serviços. É o que aponta a decisão 3830/2010, assinada pelo auditor Cesar Filomeno Fontes e pelo presidente Herneus de Nadal. O contato em questão é de R$ 21 milhões para manutenção das estações.

sábado, 28 de agosto de 2010

EXPERIMENTANDO O PRÓPRIO VENENO

É muita cara de pau do prefeito do PT dizer que a greve foi manifestação política para prejudicá-lo e aos seus candidatos. Veja só. Durante anos sempre usaram esta artimanha para infernizar outros governos e aparecer. Se apresentavam como os arautos da moralidade, vociferavam que ninguém era competente, todos eram corruptos e só eles prestavam. Agora provam do mesmo veneno que inocularam nas pessoas durante anos.
Mentiam, enganavam, prometiam e faziam  discursos fáceis de oposição. Latiram durante 20 anos até ganhar uma eleição e agora descobriram que não tinham competência, capacidade de gerenciar sequer um departamento.Todos lembram de 2008: "em cem dias vou resolver os problemas da saúde"..."vamos fazer o governo do diálogo"..."os servidores vão ser valorizados e respeitados". Teve gente que acreditou.
Joinville perdeu dois anos de sua história com esta gestão fraca, indecisa e fraudulenta (Felej, iluminação, compras na secretaria da Educação). E os próximos 28 meses também serão desastrados porque lhes falta coragem, firmeza, decisão, capacidade e em alguns casos inteligência.
Deve ser por isso que os candidatos da base aliada do PT não usam a foto do atual prefeito nas suas campanhas eleitorais.Publicar postagem

JUSTIÇA MANDA PT TIRAR PLACAS IRREGULARES

A Justiça Eleitoral sentenciou candidatos do PT a retirar placas de propaganda irregulares. Veja abaixo as sentenças.


Despacho em 18/08/2010 - PA Nº 1093229 Doutor SÉRGIO LUIZ JUNKES
R.H.
De acordo com o art. 11, § 2º, da Resolução TSE n. 23.191/2009:

"Bens de uso comum, para fins eleitorais, são os assim definidos pelo Código Civil e também aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, ainda que de propriedade privada (Lei n. 9.504/97, art. 37, §4º).

É o entendimento jurisprudencial:
¿¿[...]. Prática de propaganda eleitoral irregular. Placa exposta em estabelecimento comercial. Conceito de bem de uso comum para efeitos eleitorais. [...]. Aplicação de multa. [...]. Bem de uso comum, para fins eleitorais, compreende os privados abertos ao público. [...]."

(Ac. de 23.6.2009 no ARESPE nº 25.643, rel. Min. Joaquim Barbosa.)

Isto posto, no exercício do poder de polícia a mim conferido, de conformidade com o art. 40B da Lei n. 9.504/97, INTIMEM-SE os noticiados MARINETE MERSS e MARQUINHOS FERNANDES, nos moldes do Anexo III do Provimento CRESC n. 1/2010, para que REMOVAM, imediatamente, a propaganda eleitoral irregular descrita no Termo de Constatação (fl. 06), sob pena de restar demonstrado o prévio conhecimento acerca da existência da propaganda indevida e de sujeição às sanções previstas na legislação eleitoral, caso não o faça em 48 horas.

Decorrido o prazo acima assinalado, expedir novo auto para constatar se houve a cessação da irregularidade.

Joinville, 18 de agosto de 2010.

Sérgio Luiz Junkes
Juiz Eleitoral

______________________________________________________________________________ 

R.H.

De acordo com o art. 18 da Resolução TSE n. 23.191/2009:

¿É vedada a propaganda eleitoral por meio de outdoors, sujeitando-se a empresa responsável, os partidos, as coligações e os candidatos à imediata retirada da propaganda irregular e ao pagamento de multa no valor de R$ 5.320,50 (cinco mil trezentos e vinte reais e cinquenta centavos) a R$ 15.961,50 (quinze mil novecentos e sessenta e um reais e cinquenta centavos) (Lei n. 9.504/97, art. 39, § 8º).

É o entendimento jurisprudencial:

"[...]. 1. Configura propaganda eleitoral irregular a veiculação de placas, num mesmo local, cujo conjunto ultrapasse o limite regulamentar de quatro metros quadrados, equiparando-se, portanto, a outdoor. 2. Não há como acolher a tese de que deveriam ser consideradas as propagandas isoladamente, porquanto isso seria permitir a burla ao limite regulamentar e o alcance do mesmo impacto visual, vedado pela legislação eleitoral. [...]"

(Ac. de 15.9.2009 no AgR-REspe nº 35.547, rel. Min. Arnaldo Versiani.)

Isto posto, no exercício do poder de polícia a mim conferido, com fulcro no artigo 18, da Resolução TSE n. 23.191/2009 , INTIMEM-SE a candidata IDELI SALVATTI e o representante da coligação "A favor de Santa Catarina", nos moldes do Anexo III do Provimento CRESC n. 1/2010, para que REMOVAM, imediatamente, a propaganda eleitoral irregular descrita no Termo de Constatação (fl. 09), sob pena de restar demonstrado o prévio conhecimento acerca da existência da propaganda indevida e de sujeição às sanções previstas na legislação eleitoral, caso não o faça em 48 horas.

Decorrido o prazo acima assinalado, expedir novo auto para constatar se houve a cessação da irregularidade.

Joinville, 24 de agosto de 2010.



Sérgio Luiz Junkes

Juiz Eleitoral

terça-feira, 24 de agosto de 2010

A DESESPERANÇA DE UM GOVERNO FALIDO

O governo do PT em Joinville já entrou na história como o pior governo da história do município. Desde 1992 não tínhamos uma greve, paralisação como a que está ocorrendo. Por mais que os petistas queiram dizer que é uma ação política, isto não cola. A greve é o resultado do desespeito, falta de diálogo de quem pregava o diálogo com voz macia e gestos delicados, na campanha eleitoral.
A gestão do PT acabou no dia que começou em 1º de janeiro de 2009. Infelizmente o joinvilense sofre com isso.
A saúde piorou 1.000% e as mentiras do candidato-prefeito de que acabaria com os problemas da saúde em 100 dias se confirmaram.
A população precisa de atendimento e não tem. Hospital parados, médicos-residentes parados, servidores públicos parados e a petezada contra a livre manifestação fazendo patrulhamento de quem aderiu ao movimento.
O descontrole é total. Fornecedores nos procuram para reclamar que não recebem. Isto é problema do governo do PT, no meu governo eu pagava em dia. Pelos bairros recebo reclamações de que nem merenda nas escolas existe. A pergunta é uma só, onde está o dinheiro? No superfaturamento dos móveis?
A turma do PT implantou a desesperança, o fim dos sonhos, acabou com a auto-estima do joinvilense. Infelizmente temos de aturá-los ainda mais 28 meses.

domingo, 22 de agosto de 2010

ÍNDICES DE SANEAMENTO

Semana passada o IBGE divulgou os índices de saneamento básico em nosso Estado. Como engenheiro sanitarista e ex-prefeito de Joinville por dois mandatos posso testemunhar a importância de termos mais investimentos nesta área.

Uma população que vive em lugar limpo sem valas abertas é uma população mais saudável e feliz. Por isso que municipalizamos os serviços de águas e esgotos. Tivemos a coragem de retomar o que era nosso. Por 33 anos a estatal que explorava o negócio não cumpriu as metas de levar água em todas as casas e implantar a rede coletora e de tratamento dos esgotos.

Municipalizamos o sistema, e fomos em busca de dinheiro para implantar o esgoto. Começamos por onde era mais necessário: os bairros. Escolhemos os populosos e com mais problemas, onde viviam com valas abertas colocando em risco à saúde da população.

O trabalho iniciou no Jardim Paraíso com a implantação da rede e pavimentação das ruas. Iniciamos também No Paranaguamirim e deixamos tudo pronto para o sucessor fazer no Morro do Meio. São mais de R$ 230 milhões que começamos a investir.

Mas esta deficiência não é só de Joinville, da região, Estado. É do Brasil. Vejam os dados divulgados: Das 293 cidades, apenas 16% têm tratamento adequado de esgoto. No cenário nacional, o Estado é 11º pior no setor. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).



Acredito que este será um dos grandes desafios de prefeitos, governadores, presidente e dos representantes nos parlamentos.

Durante anos a Casan não priorizou o esgoto, prova disso foi Joinville, que para implantar a rede tivemos de retomar os serviços. Nos próximos três anos os municípios devem implantar seus planos municipais para poder obter recursos. Aqui entram os deputados que podem ajudar seus municípios na obtenção de dinheiro, de programas educacionais , orientação aos municípios e os prefeitos precisam preparar seus municípios para este avanço.

Mas não é só isso, tem muito mais para se fazer. Como prefeito de Joinville tratei de antever o futuro, seja com a municipalização dos serviços que é mais eficiente e mais barato e mais bem feito, seja com a adoção de um planejamento para execução, busca de recursos internacionais para a implantação.

O saneamento passa ainda pela coleta das águas das chuvas que a cada ano destrói estradas, casas, cidades e vidas. Resultado da impermeabilização do solo, com a pavimentação, que é necessária. Mas este é outro desafio que teremos.

Também precisa ser discutida a questão dos aterros sanitários, que podem ser regionais. Municípios pequenos nem sempre podem ter um aterro conforme requer a legislação para proteção das pessoas. É impensável, nos dias de hoje um lixão aberto. Modelos como o de Joinville podem atender os outros municípios.

Enfim saneamento é saúde preventiva. Isto precisamos entender e levar adiante.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DESCASO COM OS BAIRROS

Na terça-feira à noite o ex-prefeito de Joinville Marco Tebaldi e candidato a deputado federal pelo PSDB participou de reuniões em três bairros. Falou de suas propostas e ouviu os lamentos dos moradores pelo abandono dos bairros de Joinville.


No Paranaguamirim, as pessoas reclamam que os investimentos que Tebaldi começou com a implantação da rede coletora e de tratamento do esgoto parou sem conclusão. Na noite em que os servidores públicos decidiam pela greve, por total falta de respeito a categoria, ocupantes de cargos de confiança lamentavam na reunião do Profipo que sequer cartuchos de tinta alguns departamentos da Prefeitura possuem e nem equipamentos de proteção individual para quem trabalha na limpeza dos rios.

A desolação é grande. O programa de pavimentação parou e a propaganda mentirosa do governo do PT tenta enganar. No Boehmerwald a situação é a mesma. “Infelizmente a deterioração da qualidade de vida do joinvilense ocorreu rapidamente. Este é um governo que não se recupera mais, infelizmente quem sofre são as pessoas que dependem de escolas, de postos de saúde, de transporte, de ruas pavimentadas, enfim um pouco de retorno pelo que pagam”, comentou Tebaldi.

Falou de suas propostas nas diversas áreas para que Joinville volte a ter um deputado federal de verdade, atuante como foi Luiz Henrique há 15 anos atrás.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

SONHO DESFEITO E MAIS PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS

Lutamos anos para obter o financiamento internacional do BID- Banco Interamericano de Desenvolvimento. Nossa equipe técnica, de alta qualidade, fez um amplo projeto para atender a Joinville e criamos o Viva Cidade. Fomos à Washington assinar o contrato, lutamos em Brasília para obter aprovação, sem ajuda do então deputado federal e hoje prefeito de Joinville.

Este é um sonho de muitos anos desde a primeira gestão de Wittich Freitag passando por Luiz Gomes, Freitag novamente, Luiz Henrique e por mim.

A Prefeitura tem que explicar aos moradores onde foi parar o dinheiro. E quem mora no Anita Garibaldi, Atiradores, Bom Retiro e outras regiões que sofrem inundações a cada chuvarada.

O eixo da rua Timbó é importante, mas existem muitas necessidades. Quando era deputado federal o atual prefeito vociferava que era falta de vontade, que as famílias sofriam, e na última campanha a prefeito em 2008 chegou a gravar programa eleitoral na rua Minas Gerais abaixo de chuva criticando a situação. E agora? Sumiram os problemas?

Esta gestão incapaz apequenou um problema grande. Não tem capacidade de gerenciamento, coordenação. Sumiu com o dinheiro. Além de não pagar os fornecedores, não dar aumento aos servidores, reduz projetos essenciais e faz cara de paisagem.

Agora vem com a desculpa de que “ conforme análises técnicas, os recursos do megaprojeto não dariam para obras em todos os principais afluentes do Cachoeira. Custos, complexidades ambientais e outros fatores retiraram da lista obras nos rios Bom Retiro Mathias, Jaguarão, Bucarein e Itaum-açu.” (transcrição do jornal A Notícia).

Se o dinheiro era pouco porque não buscaram novos recursos? E as portas abertas do prefeito do PT em Brasília? Até agora não conseguiu nenhum tostão. Nos 35 meses que faltam vão continuar inaugurando obras começadas/planejadas por minha gestão e ficarão reclamando da vida. Quem não planta não colhe!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

VAMOS ELEGER DOIS SENADORES

Pesquisa IBOPE/RBS do final de semana revela um indicativo que vamos ter dois senadores em nossa aliança. Luiz Henrique lidera com folga (41%) e Paulo Bauer que há alguns meses tinha tímidos 4% saltou de forma espetacular para 18%. Temos tudo para termos três senadores aliados à partir de janeiro.
A Polialiança idealizada e implementada por Luiz Henrique deu certo e vai ter continuidade. Eleger Raimundo Colombo será possível com a força dos partidos aliados, independente de um ou outro não querer abraçar a idéia. Juntos somos fortes. Mas alguns tem interesses diversos e optam pela deserção.
Colombo foi um marco em Lages. Digo isso porque fui prefeito de Joinville por um período que coicidiu com a gestão do democrata na cidade líder do Planalto Serrano. Colombo teve coragem de municipalizar os serviços de águas e esgotos. Deu certo. Fui falar com ele sobre a experiência, erros e acertos. Tomei a mesma decisão em Joinville e foi a coisa mais acertada a fazer. As próximas gerações vão agradecer. Num primeiro momento reduzirmos a tarifa, tornamos o serviço mais eficiente, corrigimos perdas e iniciamos investimento superior a R$ 230 milhões na implantação da rede coletora e de do esgoto doméstico. Começamos pelos bairros. Primeiro a receber foi o Jardim Paraíso, depois Paranaguamirim, áreas limítrofes e com maior necessidade.

sábado, 7 de agosto de 2010

SERRA VENCE EM SANTA CATARINA

A pesquisa Ibope que aponta a vitória de José Serra em Santa Catarina é um forte indicativo de que vai ganhar a eleição. Lidera com 45% em nosso Estado. Isto se deve ao trabalho feito desde os tempos de Fernando Henrique Cardoso que investiu muito em todos os estados e municípios independente de governos. As grandes conquistas como abertura da telefonia, que eantes era atrasada, arcaica e cara, quando pagávamos fortunas por uma telefone, existia o comércio paralelo de aluguel de linhas com ágio e para se conseguir um celular era um martírio. FHC democratizou, permitiu que os brasileiros pudesses ter uma vida melhor. Se hoje temos carros bons e baratos se deve a FHC, se temos remédios baratos se deve ao Serra, se temos um ensino modelo com acessibilidade devemos a Fernando Henrique, ao PSDB. Isto o povo sente e sabe diferenciar um governo sério do clientelista.
E as boas administrações tucanas pelo Sul tem sido referências. Cito minhas duas gestões frente a Prefeitura de Joinville como colaboradoras para formar esta consciência de que o PSDB foi bom e é único. Não é um partido de aluguel e nem um partido que vive às voltas com a polícia, com dossiês, com mensalões. E em Joinville? Bom é só comparar com que esta aí. Acham que a candidata do PT tem alguma coisa para se orgulhar? Que sirva para alavancar votos aqui?

CPI DOS MÓVEIS ESCOLARES

Publicado no Jornal Gazeta de Joinville


Câmara investiga Marquinhos (PT)

por superfaturamento milionário



Jacson Almeida

jacson@gazetadejoinville.com.br



Supostas irregularidades em um contrato firmado pela Prefeitura de Joinville para a compra de móveis escolares serão investigadas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara de Vereadores. A medida foi tomada depois que o vereador Maurício Peixer (PSDB) descobriu indícios de superfaturamento e direcionamento entre governo de Carlito Merss (PT) e empresa Cequipel, do Paraná. Vereadores aprovaram a investigação.



Seguindo contrato, ficou acordado que a Cequipel entregaria cadeiras, armários e outros móveis para escolas do município pelo montante de R$ 4,3 milhões. Já a empresa que ficou em segundo lugar na colocação do edital cobraria apenas R$ 2,25 milhões pelos mesmos itens.



“Está claro os indícios de superfaturamento. Para entrar com uma CPI precisa constatar o fato. E, está aqui nesses documentos a prova”, dispara Peixer, que fez um orçamento na mesma empresa paranaense e pediu os itens idênticos aos adquiridos pela prefeitura. A surpresa do parlamentar veio com o documento enviado pela Cequipel com os valores. Mesmo pedindo uma quantidade menor de cada item, os preços obtidos estavam abaixo do que o pago pelo governo.



Um exemplo disso é o armário modular para berçário, que no orçamento do vereador custou R$ 1.540 a unidade. O móvel idêntico ofertado pela mesma empresa ficou supervalorizado para o Executivo, que desembolsou R$ 1.940 por item.



Outro móvel que chega a dobrar de valor é a cadeira para escritório. Enquanto no orçamento do parlamentar uma cadeira fixa estofada custa R$ 145, o Governo Municipal adquiriu por R$ 246. O vereador pesquisou 12 produtos comprados pela prefeitura e em todos conseguiu preço menor.



“Como pode ela (prefeitura) pagar mais na mesma empresa se pediu uma quantidade maior”, questiona Peixer. Outro indício de superfaturamento vem à tona quando são mostrados os valores das outras empresas participantes da licitação, que foram desclassificadas e ofertavam preços bem mais abaixo do que a Cequipel. Enquanto na empresa paranaense 3,5 mil conjuntos escolares (composto de cadeira e carteira) custaram R$ 1,03 milhão, em outras empresas o preço não chegou a um terço deste valor, ou seja, a R$ 270 mil.



Pagamento foi feito em período de recesso



O ponto mais questionado pelo vereador é a rapidez no pagamento e entrega de alguns móveis, processo que normalmente é moroso. Para ele, isso é um indício de que a empresa já sabia que iria ganhar a licitação. Neste caso, a prefeitura rapidamente fechou contrato e emitiu no dia 17 de dezembro o empenho número 4416 (destinou verba e autorizou a entrega) de 200 armários modulares para berçário. Já quatro dias depois, no dia 21, a empresa Cequipel emitiu nota fiscal dos moveis e fez uma suposta entrega. Porém, as escolas estavam em férias e nenhuma diretora estava no local para receber os itens. Peixer conta que até agora não conseguiu informações de onde foram parar estes produtos e a CPI pretende investigar isso.

“Será que essa empresa já tinha essa quantidade de armários? Quem trabalha em empresa do ramo sabe que é impossível fazer 200 armários em 4 dias”, enfatiza Peixer.



Mesmo em recesso para as comemorações de final de ano e sem a comprovação de entrega dos móveis, a prefeitura realizou o pagamento de 200 armários (no valor de R$ 388 mil) para a Cequipel no dia 30 de dezembro. Fato semelhante aconteceu em 29 de dezembro de 2008, quando antes de sair do governo, administradores de Marco Tebaldi também quitaram uma dívida em pleno recesso com a empresa Atacado Universo, que recebeu antecipadamente e não entregou os produtos adquiridos em licitação para escolas do município. O caso foi parar na Justiça e os sócios do Atacado Universo foram condenados juntamente com o ex-presidente da Fundação de Esportes, Eventos e Lazer de Joinville (Felej), que fechou o negócio.



Para vereador de situação, CPI é eleitoreira



O vereador Manoel Francisco Bento (PT) diz que atitude de Maurício Peixer é eleitoreira para “bater” no vereador Marcos Aurélio Fernandes (PT). Para ele, não há irregularidade. “Marquinhos foi secretário da Educação e agora será deputado”, defende.



Outro lado Foi entrado em contrato com a Prefeitura de Joinville, mas até o fechamento da matéria não houve resposta.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

FINALMENTE PREFEITURA DÁ UM PASSO

Finalmente a Prefeitura de Joinville conseguiu dar andamento ao projeto iniciado em meu governo, integrante do Viva Cidade com financiamento que buscamos no BID. Ao deixar o governo no final de 2008, deixamos para a atual gestão um contrato para investimentos nas obras de contenção das cheias, abertura de vias e  pavimentação. Ontem foi anunciado os contratos  de R$19.869.425,83 para execução (empresa CBEMI - Construtora Brasileira e Mineradora Ltda) e R$ 1.924.311,43 para a supervisão das obras e acompanhamento e fiscalização de todas as intervenções a serem implementadas (Engevix SA).
Outro grande benefício será para a circulação viária, com a abertura do binário Max Colin/Timbó. O binário vai ampliar a mobilidade no sentido leste-oeste no município e toda a cidade será beneficiada. A rua Max Colin vai ser mão no sentido Centro/Campos Salles e a rua Timbó no sentido Campos Salles/João Colin.Um plano de circulação com rotas de fuga está previsto para cada etapa da obra.
A busca deste contrato foi uma luta de anos e a dedicação de toda equipe técnica da Prefeitura como Seinfra, Ippuj, Fundema e vários órgãos. Assinei o contrato em Washington e agora começam as obras.

SERRA É O MELHOR

O debate da TV Bandeirantes ontem à noite provou, mais uma vez, que o candidato tucano a presidente é o melhor. José Serra demonstrou conhecimento, melhor preparação e equilíbrio emocional, firmeza nas respostas.
A candidata do PT diz que se preparou para o evento, mas os próprios correligionários, via twitter demostravam o descontentamento a cada lance da partida.
Polarizado o debate deve ser um indicativo do que vai ser a campanha eleitoral. Há quem acredite no Instituto Sensus, eu particularmente prefiro a independência do Datafolha. E por falar em pesquisas chegam informações de que um instituto de Brasília está fazendo consultas por telefone questionando sobre candidatos a eleição proporcional em Joinville. Questionam sobre a rejeição de dois candidatos apoiados pela Prefeitura do PT de Joinville. Me relataram que os "pesquisadores" querem saber a todo pano porque a rejeição é grande e os motivos para não votar nos dois. Chega ser irritante.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

REGISTRO DE CANDIDATURA

O registro de minha candidatura foi deferido. Para quem gosta quer acompanhar aí está a homologação:

29) Registro de Candidatura 9135-15.2010.6.24.0000 - Registro de Candidatura - RRC - Requerimento de Registro de Candidatura (art. 21 da resolução 23.221/2010 do TSE) - Candidato - Cargo - Deputado Federal


Requerente: Coligação DEM/PMDB/PSDB/PPS/PTC/PSL/PRP/PSC.

Candidato: Marco Antonio Tebaldi.

Relator: Juiz Leopoldo Augusto Brüggemann.

Decisão: Deferir o registro. Unânime. Acórdão publicado.

AUDIÊNCIA COM O GOVERNADOR


O ex-prefeito de Joinville e candidato a deputado federal, Marco Tebaldi, foi recebido
em audiência pelo governador Leonel Pavan, no Centro Administrativo. Acompanhado por um grupo de representantes de entidades de engenharia, discutiram sugestões para o desenvolvimento de Santa Catarina nos setores de infra-estrutura e saneamento. "Temos condições de dar contribuições significativas para nosso Estado, pois aqui temos gente de muito valor, conhecimento e vontade de trabalhar", comentou Tebaldi.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

EQUIPE DE PANFLETAGEM

Na manhã desta segunda-feira oferecemos treinamento para as equipes de panfletagem. Receberam orientações sobre legislação eleitoral, comportamento, como abordar as pessoas, área de abrangência da atuação de cada equipe e motivação para busca de votos.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

CAMPANHA NA RUA

Iniciamos hoje a nossa campanha eleitoral pelas ruas de Joinville. Começamos timidamente com a colocação de placas, um grupo de trabalho de moças e senhoras com bandeiras nas principais avenidas, entrega de santinhos e uma moto de som com nossos jingles. Aos poucos vamos incrementando com mais voluntários, carros adesivados, placas nas casas, enfim, todo material de campanha.
Fico feliz em saber da receptividade de nosso nome. Muitos pedidos de colocação de placas em residências, adesivos para os carros e manifestações pela internet de apoio.
No caso da internet, não fui um dos primeiros a aderir, mas estou muito contente com o resultado. Diariamente aumentam os seguidores do twitter e amigos do Orkut. É fácil falar com milhares de pessoas. É instantâneo.
Nemsempre consigo atualizar meu blog, mas agora vou começar a colocar alguma propostas que pretendo defender em Brasília.

sábado, 24 de julho de 2010

VISITA DE SERRA

A passagem de José Serra por Santa Catarina referenda seus compromissos com a Sociedade Catarinense. Se passaram 8 anos da ausência do PSDB no Planalto e sinto por onde ando que só outro tucano será capaz de concluir a duplicação da BR 101 que os incomPTentes não deram conta. Acredito que só com a mão firme, a experiência de ter sido ministro, senador, prefeito e governador alguém fará este governo andar. Chega de lero lero, gente envolvida em coisas nebulosas e aplausos para ditadores do terceiro mundo. O que precisamos como presidente e alguém preparado, capaz de levar o  Brasil continental ao desenvolvimento.

sábado, 17 de julho de 2010

MAJORITÁRIA PRESTIGIA MARCO TEBALDI


Os candidatos da chapa  As Pessoas em Primeiro Lugar Raimundo Colombo (governador), Eduardo Moreira (vice), Luiz Henrique (senador) e o suplente Dalírio Beber e Paulo Bauer (senador) prestigiaram o candidato a deputado federal pelo PSDB Marco Tebaldi.
Participaram do Seminário Estadual da Candidatura do ex-prefeito de Joinville, quando Tebaldi reuniu os coordenadores macro para apresentar as peças publicitárias da campanha, orientações legais, logística de distribuição de materiais e uma palestra motivacional com o consultor Tadeu Comerlatto.
Raimundo Colombo agradeceu a dedicação de Tebaldi há 4 anos para que Colombo fizesse 145.508 votos em Joinville. Luiz Henrique enalteceu a parceria que sempre teve com Tebaldi, desde os tempos em que o engenheiro era secretário da Habitação, depois vice-prefeito e seu sucessor na Prefeitura de Joinville. "Eu e Tebaldi vamos estar juntos em Brasília no ano que vem", previu LHS.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

TRÍPLICE EM JOINVILLE

As maiores lideranças da Tríplice Aliança estiveram em Joinville na noite de sexta-feira (16), em reunião na Sociedade Dallas, no bairro Fátima. Colombo e Eduardo, Luiz Henrique com Dalírio, Bauer com César Souza e os candidatos às Alesc e Câmara Federal.
Marco Tebaldi já com o bloco na rua, foi um dos únicos com adesivos, santinhos e jingle. Neste sábado Tebaldi faz um seminário com os líderes de sua candidatura a federal, gente que o apóia no estado todo. Vão receber orientações legais, conhecer as peças de propaganda e uma palestra motivacional para alcançar a meta de votos estabelecida.

EM BREVE A GM

Uma boa notícia esta semana foi a liberação ambiental para que a GM possa dar continuidade aos seu empreendimento de construir uma fábrica de motores em Joinville. Iniciativa começada no meu governo como prefeito e com total apoio de Luiz Henrique quando governador. Pinheiro Neto, diretor da GM sempre cita que ao procurar o governador Luiz Henrique, questionando se SC queria uma unidade da GM, LHS teria dito "é o mesmo que perguntar se macaco quer banana". Daí pra frente foi rápido. Luiz Henrique tratou de dar andamento, trouxe os empreendedores para Joinville que demos total apoio para recebermos esta nova fábrica que vai gerar empregos, tributos e desenvolvimento.

terça-feira, 13 de julho de 2010

13 É LUTO PARA A ESPERANÇA

Há pelo menos 18 anos que não é realizada uma paralisação/greve envolvendo a Prefeitura de Joinville. A última foi no período eleitoral de 1992. De lá para cá os servidores foram bem tratados, receberam respeito dos prefeitos que se seguiram. Os maiores ganhos salariais foram obtidos nos meus quase 7 anos de governo.
Na última campanha eleitoral as mentiras da petezada foi grande. Discursos inflamados de defender os servidores, aproveitá-los, recuperar perdas, blá,blá,blá....
O que se vê é um governo fujão, incompetente e que se esconde sem enfrentar a realidade. Mentiram ao inventar dívidas que minha gestão teria deixado. Não pagam servidores, não pagam fornecedores, se apropriam do dinheiro descontado em folha que deveria ir para o sindicato, Ipreville, etc. Onde está o dinheiro?
Pior! Gastam dinheiro público para pagar comerciais na mídia tentando jogar a população contra os servidores públicos. Perderam o controle da administração e culpam a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Joinville é uma cidade muito boa. Seu povo é excelente e não mecerem passar por esta vergonha, da dilapidação do amor própria, dos cuidados com as pessoas.
O que falta para esta turma é vergonha na cara.
Onde está o prefeito do PT?
Dizem que fugiu para Brasília, hoje.